Quem cumpre a comissão de pregar o Evangelho em toda a Terra? (Mateus 24:14)

E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mateus 24:14

A comissão de pregar o Evangelho a todas as nações não foi dada a uma religião específica.

Cada indivíduo e grupo que fala de Jesus, sem exceção, bem ou mal, de certa forma promove o nome dele:

“É verdade que alguns pregam a Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade. Estes o fazem por amor, sabendo que aqui me encontro para a defesa do evangelho. Aqueles pregam a Cristo por ambição egoísta, sem sinceridade, pensando que me podem causar sofrimento enquanto estou preso. Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. De fato, continuarei a alegrarme.” — Filipenses 1:15-18, NVI

Em especial, desde o derramamento do Espírito Santo, em 33 d.C., os crentes verdadeiros e em união com Cristo têm feito um esforço persistente, ao longo desses vários séculos, para divulgar as boas novas de Cristo.

Assim, milhões de indivíduos e grupos sinceros têm coletivamente cumprido essa comissão de pregar e fazer discípulos, tanto é que o nome de Jesus é hoje conhecido em toda a Terra e a Bíblia tem sido traduzida em quase todos os idiomas do planeta.

Um exemplo disso é o filme Jesus, o filme mais traduzido de TODA a história. Até o momento, já foi traduzido para mais de 1.500 idiomas.

Outro esforço nobre de difusão do verdadeiro evangelho de Cristo por meios cinematográficos, foi o pioneiro filme O Fotodrama da Criação, produzido pelos Estudantes da Bíblia em 1914. Esse filme foi um marco em muitos sentidos:

  • Combinava imagens com sons, considerado por alguns o primeiro filme sonoro da história
  • Utilizou a técnica pioneira de “time-lapse”, onde uma sequência rápida de imagens mostrava um pintinho saindo de um ovo
  • Artistas habilidosos em Nova York, Filadélfia, Paris e Londres pintaram cuidadosamente os filmes à mão, quadro a quadro, além dos slides de vidro
  • Nos Estados Unidos, o “Fotodrama” era exibido todos os dias em até 80 cidades
  • Apenas no primeiro ano, foi exibido a cerca de 9 milhões de espectadores na América do Norte, Europa, Austrália e Nova Zelândia

De fato, o Fotodrama da Criação, produzido e exibido pelos Estudantes da Bíblia, foi um MARCO NA DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO! Hoje, um de nossos irmãos está empenhado na restauração digital, quadro a quadro, desse maravilhoso filme. Pretendemos lançá-lo na versão HD (1080p), totalmente restaurado e sem as marcas do tempo! O livro “Cenário do Fotodrama da Criação”, era distribuído durante as exibições do filme:

photodrama

Baixe aqui o PDF desse livro.

Se a comissão de pregar estivesse restrita a apenas um grupo religioso, digamos, as Testemunhas de Jeová, então teriam fracassado miseravelmente. Por todos os séculos até o aparecimento dessa religião não teria se ouvido falar de Jesus Cristo. E mesmo hoje, há muitos países em que as Testemunhas de Jeová não pregam, ou pregam de maneira mínima, ao passo que outros grupos sim, arriscando as próprias vidas.

O Anuário de 2011 alista países onde o obra é proscrita, na categoria “30 outros países”. Esses países, destacados em vermelho na imagem anexa, compõem 16% de toda a superfície da Terra, e são responsáveis por 1.9 bilhões de pessoas, or 27% de toda a população do planeta.

os-30-outros-paises

(Também:  http://www.jwfacts.com/watchtower/preach.php)

Outro agravante, no caso das Testemunhas de Jeová, é que elas não pregam as boas novas originais, de Cristo.

Jesus disse:

“E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” — Mateus 24:14

Note que colocamos ênfase na palavra “este”. Qual era o evangelho do reino original que Jesus pregava? Entre outras coisas, era o evangelho da reconciliação (2 Cor 5:18-19), isto é, que podemos estar reconciliados com Deus por nos unir a Cristo. Era também o evangelho da vida celestial, de ganharmos a “honra, glória e imortalidade” nos céus (Romanos 2:7), para que, depois, sirvamos quais Reis e Sacerdotes junto com Jesus ao restaurar a Terra.

Esse evangelho original foi prontamente esquecido pelas Testemunhas de Jeová. Quanto a isso, amados, é urgente acatarmos à sóbria admoestação de Paulo em Gálatas 1:6-8:

“Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho

Que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo.

Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado!”

Assim, e em resumo, a comissão de pregar o (verdadeiro) evangelho tem sido fielmente cumprida não apenas pelos Estudantes da Bíblia, mas por um esforço conjunto, persistente e fiel de diversos grupos cristãos e de indivíduos sinceros, arriscando suas próprias vidas para isso, desde a época de Jesus, e, especialmente, nestes últimos dias.

Em Cristo,
Estudantes da Bíblia Associados no Brasil

VEJA TAMBÉM:

 

14 comentários em “Quem cumpre a comissão de pregar o Evangelho em toda a Terra? (Mateus 24:14)

Adicione o seu

  1. Os Estudantes da Bíblia alcançam pessoas com sua pregação, pois pregam a quem quer que seja à sua volta. Pregam também por meio da Internet, que tornou-se um meio muito eficaz. Muitas pessoas na sua busca pela Verdade, gostam tempo pesquisando na rede, e têm sido alcançados pela Verdade. Diga-se de passagem, a internet permite de maneira muito rápida que se tome conhecimento das coisas escondidas pelas lideranças religiosas. Coisas essas, que impedem as pessoas de terem um conhecimento pleno da verdade que liberta.

    Curtir

  2. Entendido. Bom, sobre chamar de “apóstata” isso poderia se aplicar a todas as religiões, pois aqueles que consideram um ensino verdadeiro automaticamente chamam os outros de apóstatas. Por exemplo, entendo que os Estudantes da Bíblia atuais consideram as TJs apóstatas do ensino básico de Cristo, a saber, da esperança celestial; talvez acusem as testemunhas de Jeová de terem “fechado” a porta do reino dos céus. Ou seja, nesse caso, os apóstatas seriam as TJs. Não estou defendendo elas, mas estou dizendo que quando você não concorda com um ensinamento e outro grupo prega aquele ensinamento, automaticamente, ele é considerado apóstata, pois se desviou de algumas verdades básicas.

    Lendo as cartas dos apóstolos, eu entendo que a mensagem de ir para o céu é muito preciosa e que os cristãos primitivos prezavam muito essa mensagem. É fácil encontrar nas cartas de Paulo ele dizendo sobre que era preciso sofrer pelo Reino de Deus e que desse modo receberiam a coroa incorruptível nos céus. Ou seja, a mensagem de reinar com Cristo nos céus era e é extremamente importante. Porém, observando as igrejas evangélicas das quais eu tenho convívio, percebo que, infelizmente, seus membros não entendem essa mensagem. Ou seja, afirmam que vão para os céus, porém não entenderam “a chamada” conforme consta nas cartas dos apóstolos e em outras partes da bíblia. Ademais, estão em divisões, algo que o apóstolo Paulo falou que era preciso evitar no meio dos verdadeiros cristãos; não entendem que Jesus é diferente de Jeová; algumas delas, também, acham que são a única religião verdadeira (por isso não se juntam com outras religiões).

    Em resumo: não estou julgando estudantes da bíblia, evangélicos ou testemunhas de Jeová. Realmente a salvação será dada apenas por Jeová e Jesus. Minha intenção é entender todo esse movimento e confusão que existe sobre religião, pois testemunhas de Jeová dizem que são os verdadeiros cristãos; os estudantes da Bíblia afirmam que as testemunhas de Jeová estão erradas em alguns pontos; evangélicos afirmam que os católicos estão errados e ignoram os ensinos básicos propagados, principalmente (em nosso tempo) pelo Pastor Russel; evangélicos falam em “línguas” e recebem milagres e afirmam, portanto, que possuem o favor de Deus.

    Jesus afirma que possui a noiva, ou seja, sua igreja. No meu ponto de vista, não deveria ter tanta confusão com a igreja, haja vista que formariam um mesmo corpo e estariam em união.

    Curtir

    1. Irmão Maílson,

      Acredito que, com o tempo, você verá que os Estudantes da Bíblia são muito mais generosos com todas as religiões, inclusive as Testemunhas de Jeová. Isso não nos impede de expor os erros de tais grupos, sem, entretanto, julgar os indivíduos de tais grupos. Essa tem sido a postura dos Estudantes da Bíblia desde a época do Irmão Russell.

      Por exemplo, em O Plano Divino das Eras, Russell escreveu:

      “Deus levantou, em defesa de Sua Palavra, valorosos lutadores… Lutero, Zwingli, Melanchthon, Wycliffe, Knox e outros… ” (Pág 23)

      Ele considerava como “irmão”, todos os “crentes no Resgate de Cristo”.

      Procuramos cultivar esse espírito mais liberal e amoroso entre nós, até os dias de hoje.

      Acreditamos, de fato, que haverá uma salvação para TODOS, para a Igreja nos céus primeiro, e para o restante do mundo da humanidade, aqui na Terra, onde depois serão testados para a vida eterna.

      Na Paz de Deus,
      Estudantes da Bíblia Associados no Brasil

      Curtir

  3. Também, quando foi respondido à Aline: ” Ele chegou até a instruir seus discípulos: “Não andeis de casa em casa.” (Lucas 10:7)” e depois “É preciso também dizer que os Estudantes da Bíblia não se opõem à pregação de casa em casa e, de fato, algumas eclésias fazem isso.” ficou um pouco confuso.

    Curtir

    1. Caro Maílson:

      Não vejo incongruência na afirmação feita à Senhora Aline, pois, o que queremos provar, é que no caso de Jesus, ele até mesmo disse que não deveriam ir de casa em casa. Quanto a Atos 20:20 existe uma outra explicação mais plausível e que tem que ver com pregação nos lares dos crentes. Escreveremos um artigo mais detalhado sobre isso na ocasião apropriada. Isso porque as Testemunhas de Jeová afirmam que apenas os que vão de casa em casa, e que têm a mensagem deles, estão pregando. Sabemos não ser esse o caso, pois, até bem recentemente, os Mórmons também iam de casa em casa, (Continuam indo, mas agora de modo mais objetivo, para contatar interessados.)

      Também, a declaração de que “se e a comissão de pregar estivesse restrita a apenas um grupo religioso, digamos, as Testemunhas de Jeová, então teriam fracassado miseravelmente” visa contestar a alegação de exclusividade das Testemunhas de Jeová nesse processo. Sabemos que, embora não preguem as Boas Novas originais, basilares, de Jesus, as Testemunhas de Jeová têm algumas doutrinas corretas, como a não existência de uma Trindade, Inferno de Fogo e alma imortal, crenças essas que elas aprenderam originalmente com o Pastor Russell. Compare nossa citação com a afirmação das Testemunhas de Jeová, de que somos grupos apóstatas, escravo mal (Rutherford dizia isso), etc. e a diferença fica bem clara quanto ao nosso espírito e intenção, e o espírito deles.

      Não incluímos por nome grupos evangélicos, mas citamos os esforços de um deles, responsável pelo filme “Jesus”, o mais traduzido e divulgado do mundo.

      Por fim, reiteramos que a pregação básica, sobre Jesus e ir para o céu é o que Jesus afirmou que seria feita em toda a Terra. Quaisquer erros doutrinais desses grupos que pregam o Evangelho original de Cristo não ofuscam a verdade básica sobre Jesus, a Redenção e a vida celestial para os cristãos verdadeiros. Se ofuscasse, não poderia ter havido cristãos verdadeiros até o aparecimento das Testemunhas de Jeová, que dizem ser a única religião verdadeira na Terra.

      Em Cristo,
      Estudantes da Bíblia Associados no Brasil

      Curtir

  4. Olá,

    Concordo quando você fala que pregar a palavra pode ser feita de todas as formas: internet, estandes, etc.

    Agora, sobre o trabalho de casa em casa eu acredito que a afirmação “Ele chegou até a instruir seus discípulos: “Não andeis de casa em casa.” (Lucas 10:7)” não impede que você pregue de casa em casa. Por quê? Porque em Mateus 10:11-12 Jesus falou: “11 “Em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai nela quem é merecedor, e ficai ali até partirdes. 12 Ao entrardes na casa, cumprimentai a família; 13 e, se a casa for merecedora, venha sobre ela a paz que lhe desejais; mas, se ela não for merecedora, volte a vós a vossa paz.”

    Concordo ainda que afirmar que somente as Testemunhas de Jeová estão pregando a mensagem do evangelho não é correto. Porém, vou ser sincero: não sou TJ e eu não teria conhecido a mensagem do reino (de que Jeová irá transformar a terra em um Paraíso novamente e dará uma chance para as pessoas se arrependerem posteriormente) se as TJ não tivessem insistindo na pregação.

    Bem, acredito que o post é direcionado para as TJs. Apenas não acredito que pregar de casa em casa seja errado.

    Sobre os estudantes da bíblia no mundo, eu andei pesquisando um pouco. Questionei uma testemunha de Jeová dos Estados Unidos sobre o grupo. Ele me afirmou que alguns grupos de estudantes da bíblia (não sei qual) enviam as pessoas para as congregações das testemunhas de Jeová para que a pessoa possa aprender algumas verdades bíblicas. E depois, quando a pessoa está qualificada para o batismo, eles removem a pessoa das TJs. Talvez isso seja pontual. Segue abaixo o que ele me respondeu:

    I’m not really interested in advertising for apostate break-away sects. Not one of our break-away sects have been able to exceed the 12,000 member number because they reject the preaching work. They all take our beliefs with them and stay stagnant in the teachings they had when the left, not progressing. The group that sends people to our congregations to learn from us and then pull them away when they’re ready for baptism is the most pathetic group at all. They can’t even rely upon their own teachings; they have to leach off of ours.

    Curtir

    1. Prezado Maílson:

      A mensagem principal de Jesus não era sobre um paraíso terrestre, e sim a de salvação e reconciliação com Deus. Sua mensagem era para reunir o “pequeno rebanho” que, juntos com Jesus, serão Reis e Sacerdotes sobre a Terra.

      Essa mensagem simples de Redenção tem sido pregada em toda a Terra. Também, Jesus falou que os cristãos seriam testemunhas dele, Jesus, “tanto em Jerusalém… e até aos confins da Terra.”

      É preciso também dizer que os Estudantes da Bíblia não se opõem à pregação de casa em casa e, de fato, algumas eclésias fazem isso.

      Quanto à afirmação de que os Estudantes da Bíblia enviam pessoas para as congregações de Testemunhas de Jeová para aprenderem coisas básicas e depois tirarem eles de lá, francamente, é a coisa mais absurda que já ouvi. Somos um grupo coeso e conhecemos as eclésias e o seu modus operandi em toda a parte, e isso simplesmente não existe. Não sei se essa pessoa estava se referindo a outros grupos que não são Estudantes da Bíblia, como a “Verdadeira Fé Testemunhas de Jeová”, da Romênia. Não posso confirmar, nem negar, se esse ou outro grupo semelhante, faria tal coisa. Posso sim, afirmar veementemente que nenhum grupo de Estudantes da Bíblia o faria.

      Noto também, na declaração de seu “contato”, um claro tom de desprezo e ódio por nosso grupo, ao nos tachar de “apóstatas”. Vejo que eles se vangloriam em números, como se isso fosse prova incontestável das bênçãos de Deus.

      Realmente, discordo dessas colocações. São informações falsas no que diz respeito aos Estudantes da Bíblia.

      Curtir

      1. Sim, também achei estranho acontecer isso. Se realmente aconteceu, foi o absurdo. Não posso dizer que isso realmente aconteceu.

        Sobre a mensagem de redenção de ” “pequeno rebanho” que, juntos com Jesus, serão Reis e Sacerdotes sobre a Terra” vejo que hoje somente pequenos grupos e as testemunhas de Jeová pregam esse tipo de mensagem. Por exemplo, os cristandelfos e os diversos estudantes da bíblia (sei isso pela internet, nunca conheci pessoalmente um grupo desses). Até o momento, não conheci alguma igreja evangélica no Brasil que pregue uma mensagem desse tipo, a saber que um ““pequeno rebanho” que, juntos com Jesus, serão Reis e Sacerdotes sobre a Terra””. Os evangélicos não entendem essa mensagem. Eles entendem apenas que terá os céus. Talvez os adventistas tenham um conhecimento sobre isso, porém não entendem que haverá pessoas morando na terra eternamente, inclusive após o milênio.

        Sobre o tom de desprezo e ódio que você falou, não posso afirmar pela pessoa. Se desejar, posso passar o link do site da pessoa onde você verá a minha pergunta e a resposta da pessoa. Porém, vejo que todos nós (inclusive eu) tendemos a levar os assuntos de forma emocional, perdendo às vezes o controle de nossas palavras. Por exemplo, eu da minha parte entendi o seu post como sendo uma ofensa às TJs também, por exemplo nos seguintes trechos:
        “e a comissão de pregar estivesse restrita a apenas um grupo religioso, digamos, as Testemunhas de Jeová, então teriam fracassado miseravelmente.”

        “Outro agravante […] no caso das Testemunhas de Jeová”

        Talvez essa não tenha sido sua intenção, porém a meu ver teve uma certa ofensa às TJs. Por exemplo, no seu post, não foi comentado sobre os evangélicos ou outros grupos religiosos.

        Bem, de tudo isso, tiro a conclusão: realmente não somente as TJs pregam o evangelho no mundo todo pois Jesus Cristo tem sido conhecido por muitos por meio de diversas religiões no mundo. Mesmo assim, muitos grupos religiosos tem uma visão de que Jesus Cristo é o próprio Jeová, o que não é verdade. Ainda, muitos grupos religiosos não entendem que irão reinar com Cristo nos Céus sobre a Terra. No meu entendimento, isso estaria errado, pois os primeiros seguidores de Cristo receberam a promessa de reinar com Cristo nos Céus sobre a Terra. Eles entendiam, pelas escrituras, que haveria uma restauração. Infelizmente, o evangelho foi disseminado na Terra de forma errada. O Pastor Russel entendeu boa parte da mensagem. Eu tento conversar com as pessoas sobre isso (os evangélicos) mas infelizmente eles não tem uma mente aberta para entender.

        Curtir

    1. Prezada Aline, até hoje também você não bateu na minha porta… E se estandes de publicações, distribuição de panfletos, canais de TV e na Internet, rádio, e nossas reuniões não são pregação, por que seria então a do site JW? Por que seria a dos “carrinhos das TJs”? Vou mais além: Por que seria a de Jesus? Pois a Bíblia diz que ele ia de “cidade em cidade e de aldeia em aldeia”, mas JAMAIS de casa em casa. Ele chegou até a instruir seus discípulos: “Não andeis de casa em casa.” (Lucas 10:7) A pregação dele era pública, como é a nossa. Prova de que funciona, é que você está aqui fazendo esse comentário e sabendo de nossa existência.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: