A figueira e a proximidade do Reino de Deus

​Que relação tem Lucas 21:29-31 com a restauração de Jerusalém e o Reino de Deus?

O texto diz:

“29 E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores;

30 Quando já têm rebentado, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão.

31 Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto.”

É digno de nota que Jesus usou uma figueira nesse texto. Por quê?
Além da oliveira, da videira, do romãzeiro e do espinheiro, a figueira é uma ilustração de Israel, do judaísmo. Quatro dessas cinco “árvores” são mencionadas em uma passagem de Juízes 9:8-15. Certamente, a passagem bíblica que exprime com maior precisão que a figueira é uma ilustração de Israel está em Oséias 9:10, onde Yahweh, o Senhor Deus, diz: 

“Achei a Israel como uvas no deserto, vi a vossos pais como as primícias da figueira nova…” 

É o que também se vê claramente em Jeremias 24:3-7: 

“Então, me perguntou o Senhor: Que vês tu, Jeremias? Respondi: Figos; os figos muito bons e os muito ruins, que, de ruins que são, não se podem comer. A mim me veio a palavra do Senhor, dizendo: Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Do modo por que vejo estes bons figos, assim favorecerei os exilados de Judá, que eu enviei deste lugar para a terra dos caldeus. Porei sobre eles favoravelmente os olhos e os farei voltar para esta terra; edificá-los-ei e não os destruirei, plantá-los-ei e não os arrancarei. Dar-lhes-ei coração para que me conheçam que eu sou o Senhor; eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus; porque se voltarão para mim de todo o seu coração.”

A figueira era uma das árvores que representam Israel

Que a figueira mencionada por Jesus em sua parábola pode significar a nação de Israel sendo restaurada parece obter apoio adicional no que Jesus havia dito um pouco antes no mesmo capítulo 21 de Lucas, versículo 24, onde diz:

“E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem.”

Sabemos que essa profecia começou a se cumprir quando Jerusalém literal foi destruída pelos exércitos romanos em 70 d.C. Os judeus foram espalhados por todas as nações. Mas notem que essa situação não seria eterna, nem irreversível: “Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem.”

Por meio de outras profecias, entendemos que os Tempos dos Gentios terminaram em 1914. Com o fim da Primeira Guerra Mundial, o Império Otomano, que ocupava a Palestina e que impedia o retorno dos judeus para sua terra de direito, foi removido.
Isso fica claro com a chamada Declaração de Balfour:

A Declaração de Balfour é uma carta de 2 de novembro de 1917 do então secretário britânico dos Assuntos Estrangeiros, Arthur James Balfour, dirigida ao Barão Rothschild, líder da comunidade judaica do Reino Unido, para ser transmitida à Federação Sionista da Grã-Bretanha. A carta se refere à intenção do governo britânico de facilitar o estabelecimento do Lar Nacional Judeu na Palestina, caso a Inglaterra conseguisse derrotar o Império Otomano, que, até então, dominava aquela região.

Declaração de Balfour

Com o tempo, isso abriu caminho para que o moderno Estado de Israel fosse criado em 1948. Milhões de judeus começaram a voltar para sua terra natal a partir de então. Não mais precisariam estar “espalhados e cativos” por todas as nações.

Esses eventos parecem indicar que a “figueira” (a nação de Israel) está realmente em flor. Junto com Israel, outras árvores também desabrocharam, isto é, apareceram no cenário mundial em virtude das mudanças geopolíticas a partir da Primeira Guerra Mundial.
Por meio disso sabemos que o “verão” está muito próximo: o Reino de Deus!

2 comentários sobre “A figueira e a proximidade do Reino de Deus

  1. Prezados irmãos, Já faz mais de 30anos que deixei de ser uma Testemunha de Jeová, e até hoje não encontrei uma religião ou organização com quem pudesse me congregar. A razão pela qual me desliguei foi o fato de não concordar com alguns ensinamentos do corpo governante. Me identifiquei com muitos dos ensinamentos de vocês e gostaria de receber alguma publicação ou informações de como congregar em minha região. Moro em Varginha, MG, Obrigado.

    Curtir

    1. Olá, Irmão Mauro, tudo bem? Obrigado pelo interesse em nossa obra. Por favor, mande seu endereço para estudantesdabiblianobrasil@gmail.com, para enviarmos gratuitamente publicações para você. Informe-nos também, por favor, outras formas de contato, como Messenger, WhatsApp, etc. Ficaremos felizes em conversar com você. Fique com a paz de Deus por meio de Cristo!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s